O NASCIMENTO DE JESUS

Sem título

“A verdade religiosa cristã implica ao mesmo tempo a abolição de qualquer religião, e também o congraçamento entre todas elas. Para ser Deus encarnado há que ser suprarreligioso. Para ser reconhecido, Deus se fez presente em um lócus visível, de revelação. Por isso se diz que Deus se mostra definitivo em Jesus, o Cristo, resposta ao anseio do coração humano pelo ‘Deus Desconhecido’.

Mais do que adorar o menino Jesus como divindade dos cristãos, o Natal nos convida à celebração do Advento do Cristo: ‘Deus conosco’ (Emanuel), conforme os profetas hebreus, e, portanto, ‘Deus sem véu’. Deus agora conhecido. Deus que se manifesta como amor: compaixão, misericórdia, graça, solidariedade, justiça e paz. Deus, alegria dos homens. Deus a convidar todas as famílias da terra, de toda raça, tribo, língua e nação para a festa da comunhão e da fraternidade universal”.

René Kivitz, teólogo da Igreja Batista de Água Branca, SP

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s